Plano de gestão de uso (HPLC-EMU)

Plano de gestão de uso (HPLC-EMU)

Equipamento multiusuário: Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência (HPLC)

Fiel depositário: Profa. Dra. Carmen Sílvia Fávaro Trindade

Local de instalação: Laboratório de Produtos Funcionais (LAPROF) do Dep. de Engenharia de Alimentos

 

Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência (HPLC)

HPLC

 

Plano de gestão de uso (HPLC-EMU)

Considerando que o cromatógrafo líquido de alta eficiência (HPLC) que está locado no Laboratório de Produtos Funcionais (LAPROF/ZEA) desta instituição e foi concedido no auxílio regular FAPESP (Processo 2010/06146-9) como equipamento multiusuário, está disponível para uso da comunidade técnico-científica, estabelecemos a seguintes regras para sua utilização:

Descrição do EMU: cromatógrafo líquido de alta eficiência (CLAE), da marca Shimadzu, Modelo Prominence, controlado via software LC Solution, constituído dos seguintes módulos: compartimento para fase móvel, degaseificador online, injetor automático, compartimento para coluna analítica com controle de temperatura, detector por arranjo de diodos, detector por índice de refração, detector por fluorescência e coletor de frações.

– O CLAE–EMU localiza-se no Laboratório de Produtos Funcionais (LAPROF), do Departamento de Engenharia de Alimentos (ZEA).

– A responsável pela instalação é a Profa. Dra. Carmen Sílvia Fávaro Trindade.

– O responsável técnico é o Ms. Marcelo Thomazini.

– O comitê gestor é constituído pelos professores Dra. Alessandra Lopes de Oliveira e Dr. Fernando Gustavo Tonin.

– Para treinamento dos usuários são oferecidos cursos semestrais ministrados pela Profa. Rosemary Ap. de Carvalho (parte teórica) e pelo Sr. Marcelo Thomazini (parte prática), que serão divulgados via web.

– Sendo este um equipamento multiusuário, estabelecemos as seguintes normas de uso, para usuários da FZEA:

a) O usuário deverá solicitar o agendamento do equipamento para o responsável técnico, via e-mail (mthomazini@usp.br);

b) O usuário deverá informar a substância de interesse e metodologia de análise, com apresentação de referência bibliográfica;

c) O usuário deverá providenciar o preparo das amostras, os solventes, os padrões e colunas necessárias para a análise, bem como o descarte dos resíduos gerados;

d) O usuário poderá acompanhar a análise, que será realizada sempre pelo responsável técnico, Sr. Marcelo Thomazini.

– Para usuários externos à FZEA, estabelecemos as seguintes normas de uso:

a) As regras de utilização do CLAE-EMU pelo público externo seguirão às descritas nos itens a, b, c e d do parágrafo 7º.

b) Poderá haver custos adicionais para o público externo, conforme decisão do Prof. Responsável devidamente aprovados pelo Conselho do Departamento de Engenharia de Alimentos (ZEA) e pelo Conselho Técnico Administrativo (CTA) da FZEA.

– Os recursos gerados conforme descrito no item b do parágrafo 8º, após o recolhimento das frações do Departamento e da Unidade constituirão um fundo para a manutenção do CLAE-EMU.

10º – O uso do CLAE-EMU será divulgado na página web da FZEA (em: Pesquisa > Programa EMU/FAPESP > Cromatógrafo Líquido de Alta Eficiência), para conhecimento do público.

11º – A composição da comissão de usuários independente do comitê gestor é constituída pelos Professores Edson Roberto da Silva e Christianne Elisabete da Costa Rodrigues. A esta comissão cabe deliberar sobre eventuais casos não contemplados nas normas para utilização do equipamento, bem como estabelecer, quando aplicável, critérios para priorização das solicitações de uso do equipamento.

 
Translate »