Histórico

Histórico

A Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos tem a missão oferecer à sociedade ensino, pesquisa,  extensão e serviços de alta qualidade na área de produção animal e de alimentos, de maneira fortemente ligada ao agronegócio do Brasil, especialmente no Estado de São Paulo.

Localizada no Campus Fernando Costa (USP/Pirassununga), a Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos – FZEA/USP  foi criada pela Resolução USP nº 3.946 de 3 de julho de 1992, e, a partir de 1993, passou a ser responsável pelo oferecimento do curso de graduação em Zootecnia, que havia sido implantado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia em 1978. A partir de 2001, passou a oferecer o curso de graduação em Engenharia de Alimentos noturno. Em maio de 2003, o Conselho Universitário da USP aprovou o curso de Engenharia de Alimentos diurno, com 50 vagas, bem como a ampliação do número de vagas do respectivo curso noturno, de 40 para 50 vagas. Com a crescente necessidade de qualificação para enfrentar a competitiva economia globalizada, a FZEA resolveu estruturar um curso de pós-graduação em Zootecnia, na área de concentração de Qualidade e Produtividade Animal, com nível de Mestrado, a partir de 1994, e também com nível de Doutorado, a partir de 2001. A partir de 2009, a FZEA passou a oferecer os cursos de Engenharia de Biossistemas (primeiro na América Latina) e Medicina Veterinária, além dos cursos de Mestrado e Doutorado em Engenharia de Alimentos, na área de concentração de Ciências em Engenharia de Alimentos. Em 2009 com a implantação dos novos cursos, a FZEA/USP passou a oferecer 260 vagas anuais em cursos de graduação. Com o aumento significativo de docentes na FZEA, devido à implantação do novos cursos de graduação, muitos professores recém contratados ansiavam pelo ingresso na Pós-Graduação, e os Programas já existentes, na maioria dos casos, não eram adequados às áreas de interesse dos docentes. Desta forma, foram criadas comissões para planejamento, solicitação e implantação de novos Programas de Pós-Graduação na FZEA, inclusive um de Mestrado Profissional, bastante incentivado pela CAPES e apoiado pela USP.

No anos de 2012 e 2013 a FZEA obteve a recomendação da CAPES para implantação de 3 novos Programas de Pós-Graduação (5 novos Cursos), quais sejam: Engenharia e Ciência de Materiais (Cursos de Mestrado e Doutorado), Gestão e Inovação na Indústria Animal (Curso de Mestrado Profissional) e Biociência Animal (Curso de Mestrado e Doutorado).  O Curso de Mestrado do Programa em Engenharia e Ciência de Materiais recebeu seus primeiros alunos em janeiro de 2013. Os demais Cursos receberam seus ingressantes em julho/2013.

Desde sua criação, esta unidade da USP vem se pautando pelo oferecimento de ensino, pesquisa e extensão de serviços à comunidade com alta qualidade, tendo investido na formação de um corpo docente de alto nível.

Assim, atualmente, o corpo profissional da FZEA está composto da seguinte maneira:

Corpo Docente  
Docentes110
SexoHomens63
Mulheres47
CategoriaAssistente (MS-2)1
Doutores (MS-3)56
Associados (MS-5)43
Titulares10
Regime de TrabalhoDedicação em Tempo Integral108
Dedicação em Tempo Parcial02
Corpo Técnico-Administrativo  
Técnicos-Administrativos127
SexoHomens66
Mulheres61
NívelSuperior24
Técnico61
Básico42
Alunos Matriculados  
Graduação1549
Zootecnia225
Engenharia de Alimentos642
Diurno329
Noturno313
Engenharia de Biossistemas314
Medicina Veterinária368
Pós-Graduação322
Mestrado175
Doutorado132
Especiais15

 

Até outubro de 2012 a Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos estava estruturada em três Departamentos, o Departamento de Ciências Básicas (ZAB), o Departamento de Zootecnia (ZAZ) e o Departamento de Engenharia de Alimentos (ZEA). Após um processo de reestruturação departamental, foram criados e implantados, em 30 de outubro de 2012, os Departamentos de Engenharia de Biossistemas (ZEB) e o de Medicina Veterinária (ZMV).

Nos cinco Departamentos estão localizados vários laboratórios de pesquisa e ensino, salas de aula, administração e salas de docentes, distribuídos em cerca de 19.000 m2 de edificações históricas, devidamente adaptadas, e em construção. Modernos laboratórios, equipamentos e instalações adequados, operados por docentes e funcionários qualificados, uma moderna biblioteca, com acervo especializado, são as ferramentas utilizadas pela FZEA/USP para atingir excelência em seus serviços.

Como resultado dos investimentos da Universidade de São Paulo, das agências de fomento à pesquisa, em especial FAPESP, CAPES e CNPq, a nossa Faculdade tem hoje uma extensa rede de modernos computadores, distribuídos nos laboratórios, salas de aula, de docentes e administração, rede essa ligada à Internet e à rede de computação científica do país, garantindo aos alunos o acesso livre e de alta velocidade às mais desenvolvidas ferramentas de difusão do conhecimento técnico-científico disponíveis. Nossos alunos têm acesso a centenas de periódicos e milhares de livros e bancos de dados especializados, muitos deles atualizados diariamente. Ficam à disposição de nossa comunidade um Laboratório Didático de Computação e uma sala de computação específica para alunos de graduação, um anfiteatro para 220 pessoas, lanchonetes e toda a infraestrutura oferecida pelo Campus USP Fernando Costa.

Com condições de trabalho tão privilegiadas, a Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos tem atendido a seu público-alvo, composto por estudantes, pecuaristas, indústrias e representantes de outros elos da cadeia do agronegócio, com serviços de alta qualidade, inserindo-se de maneira expressiva nesse mercado.

 

O Campus Fernando Costa – USP/Pirassununga

Pirassununga é uma cidade privilegiada que fica às margens da Via Anhangüera, … Leia mais

 
Translate »